O NOME CORRETO DA CASA

Em Curitiba, por exemplo, há três edifícios Sabará, dois ou três Ouro Negro, dois Nova Europa e por aí afora. Como cada edifício está localizado em um endereço diferente e possui seu próprio CGC, tal fato não tem ocasionado maiores problemas.

Mas a continuar havendo mais e mais condomínios homônimos, em algum lugar no futuro certamente isto poderá causar dissabores, sem  falar no prejuízo da imagem que um edifício de alto padrão poderá sofrer se outro de mesmo nome vier a ter má reputação.

A melhor maneira de evitar o problema certamente está na legislação municipal. Basta uma norma da prefeitura condicionando a aprovação da construção à inexistência de outro condomínio com a mesma denominação.

por Luiz Fernando de Queiroz

Páginas: 2 de 2 | Anterior

2 thoughts on “O NOME CORRETO DA CASA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *